Termo de origem inglesa (literalmente, 'subscrição'), utilizado internacionalmente para designar o lançamento de ações ou debêntures para subscrição pública, realizado geralmente por instituições financeiras autorizadas pela CVM - Comissão de Valores Mobiliários, mediante três tipos de contrato com a empresa que lança os títulos: straight (com a financeira subscrevendo a totalidade do lançamento, pagando-o diretamente à empresa), stand-by (a financeira comprometendo-se a subscrever os títulos que não sejam adquiridos pelo público) e best-efforts (a financeira não assume a responsabilidade de subscrever os títulos e devolve à empresa os que não forem adquiridos pelo público).

Bradesco : Glossário